01 novembro 2007

Troque Lixo por Livro: mais de 132 mil livros distribuídos

Mais de 132 mil livros distribuídos para alunos de escolas públicas e particulares em menos de um ano de existência.


Um pouco sobre o projeto:


Criado em Blumenau pela escritora Cristina Marques, e dirigido pelo Instituto Evoluir, o projeto Troque Lixo por Livro, é inédito no Brasil e tem por objetivo incentivar a educação ambiental e a cultura.


O projeto Troque Lixo por Livro surgiu da identificação de uma necessidade e de uma constatação.


A necessidade: as crianças não possuem o livro como um patrimônio cultural pessoal, pois as obras geralmente pertencem à biblioteca da escola, biblioteca pública ou livrarias; dificilmente o livro faz parte da realidade imediata da criança.


A constatação: a grande quantidade de lixo reciclável não aproveitada.


Unindo os dois fatores, criamos um programa que envolve empresas, escolas e a sociedade.

Seu funcionamento é simples: empresas doam lixo reciclável para o projeto e sua venda financia a produção de livros e CDs de alta qualidade que são distribuídos nas escolas.


As crianças das escolas trocam 1 (um) quilo de lixo reciclável trazido de sua casa por cada livro. O lixo recolhido por elas também é comercializado e o valor apurado fica com a escola.


No primeiro ano, o projeto atendeu alunos e professores de lª a 4ª série. Os alunos puderam trocar o lixo por treze livros da coleção Cantos e Encantos de autoria de Cristina Marques e Nana Toledo e pelo CD de músicas infantis de Nana Toledo.


Os professores, dando exemplo às crianças, trocaram o lixo pela obra também inédita Alfabetização ao Alcance de suas Mãos, de autoria de Julianne Fischer e Malcon Tafner.


Neste ano de 2007, o projeto em Blumenau foi ampliado para o público infanto-juvenil, com a coleção Jóias Literárias, para adolescentes de 5ª a 8ª série, Ensino Médio e seus professores, com obras de diversos autores regionais.


O projeto Troque Lixo por Livro é uma iniciativa do “Instituto Evoluir”, a OSCIP responsável pela gestão e divulgação do programa, com parcerias públicas e privadas, tais como a Secretaria de Educação de Blumenau, Prefeituras de Blumenau e Gaspar, Faema e Furb.



Em Blumenau, dentre as empresas apoiadoras, destacam-se a Cia. Hering, primeira grande parceira, Besc, Gráfica Odorizzi, Gerdau, Hacco e Jornal de Santa Catarina.


Na cidade de Gaspar a Bunge Alimentos oportunizou a implantação do projeto para as crianças das escolas municipais, estaduais e particulares.


O núcleo de rádios da Associação Empresarial de Blumenau (ACIB) também colabora de forma importante com a divulgação do projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário