29 janeiro 2008

Não vou me adaptar - Cronicando

Simplesmente não...

"quando me olhei no espelho achei tão estranho, a minha barba estava desse tamanho..." e continuo lembrando do que devia esquecer e esqueço do que devia lembrar, mas com outras metas e mais claras desta vez, mas no fundo não importa. Sabemos disso, nós dois, não é?

Próximo round, então!

Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia
Eu não encho mais a casa de alegria

Os anos se passaram enquanto eu dormia
E quem eu queria bem me esquecia...

Será que eu falei o que ninguém ouvia?
Será que eu escutei o que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar me adaptar...

Eu não tenho mais a cara que eu tinha
No espelho essa cara não é minha

Mas é que quando eu me toquei
Achei tão estranho a minha barba estava desse tamanho...

Será que eu falei o que ninguém ouvia?
Será que eu escutei o que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar me adaptar...

Não vou!
Me adaptar! Me adaptar!

Titãs

6 comentários:

  1. Valeu Celso, fico feliz que tenha gostado...

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Sempre penso se é melhor se adaptar ou lutar pelo que desejamos.Só o futuro nos dirá. Mas uma coisa é certa, jamais podemos nos arrepender qdo lutamos pelo que realmente desejamos, mesmo não dando certo. Bjo, tia Lu

    ResponderExcluir
  3. Muito bom mesmo seu blog!!Fui seu aluno no hermann hamann na 8º série!lembra do Gerson q sentava-se na 1º carteira?perto do professor Hugo!eauheuhe..A gente conversava muito sobre games,música
    etc.Mas enfim não vim aqui pra relembrar tudo isso vim te parabenizar pelo blog.Tá ótimo vou continuar acompanhando,agora todos os dias (= e manter contato com vc
    abraços

    ResponderExcluir
  4. E aí Cara? Legal, Obrigado e mantenha contato!

    ResponderExcluir
  5. muito show esse blog!!! valew

    ResponderExcluir